29.11.05

 

A televisão é o principal meio de contacto com os brinquedos

Portugueses esperam gastar menos em presentes
 
Os portugueses são quem menos espera gastar em presentes de natal na Europa este Natal, segundo o estudo "Toy Survey", que a Duracell promove cá pelo terceiro ano consecutivo.

Em 2004, as famílias nacionais dispenderam uma média de 80 euros em presentes, abaixo da média europeia (107 euros) e quase metade do Reino Unido, onde foram gastos cerca de 148 euros no ano passado.
A Televisão é o meio que mais influencia as escolhas dos brinquedos para as crianças, sendo referido por 89% delas. Já os pais, por mais que possam controlar o que dão aos seus filhos, não negam que são os pedidos deles o principal motor de decisão.

O estudo da Duracell mostra ainda que, pela primeira vez, as bonecas e os carrinhos de brincar foram substituídos por jogos de vídeo e pela televisão nos tempos livres. Nisso os portugueses estão no topo, com as crianças - raparigas principalmente - que mais gostam de ver televisão.

Todos os anos, desde 1989, o "Toy Survey" da Duracell procura definir as principais tendências do mercado dos brinquedos, através de experiências com 100 crianças, entre os 5 e os 10 anos. A razão é muito simples, 25% de todas as pilhas vendidas no mundo são para utilizar em brinquedos.

Este ano, o grande vencedor em Portugal e na Europa foi uma pista de automóveis, no entanto, os 350 euros de preço devem afastá-la da maioria das bolsas portuguesas. Nas marcas, a Mattel e Hasbro são as marcas com mais brinquedos eleitos pelos mais novos.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?