22.2.06

 

Estudos: tempo online promove capacidades sociais das crianças

Enbora muitos tenham receio que os miúdos que surfam na internet durante horas corram o risco de se tornarem anti-sociais, dois estudos recentes sugerem ao invés que o tempo passado online ajuda-os a desenvolverem as suas capacidades interpessoais e os seus sentidos de identidade e de fazerem amigos. Justine Cassell da Northwestern University acredita que os jovens de hoje estão a ter a mesma prática em liderança, capacidades sociais e envolvimento comunitário como as gerações anteriores tiveram antes da internet existir. " O envolvimento pode não ter lugar no ginásio da escola ou à volta de uma fogueira mas antes em comunidades online, colados aos ecrãs de computadores".

Os 2 estudos das comunidades online sugerem que a internet está a substituir os centros comerciais e clubes de jovens como o lugar onde os jovens formam a sua identidade e conhecem os seus pares. Os utilizadores regulares de salas de chat para adolescentes tendem a ficar mais envolvidos com as suas comunidades do que o resto dos elementos da sua faixa etária; e que as suas identidades online jogam um papel importante na autodescoberta da adolescência, afirmam os investigadores.

Embora os jovens que passam horas na internet em frente a um ecrã possam parecer anti-sociais para as suas famílias, eles geralmente utilizam-na para se socializarem com os colegas da escola e pessoas que partilham os seus interesses.

Mais informação, em inglês.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?