31.7.06

 

Messenger é vício dos adolescentes

Internet: mensagens atraem 80%

Têm entre 12 e 18 anos e passam horas seguidas à conversa frente ao computador
Passam horas em frente ao computador, trocam mensagens com amigos, familiares e até desconhecidos. Usam linguagem própria, mascarada entre símbolos e letras, têm entre 12 e 18 anos e às brincadeiras na rua preferem longas conversas, em tempo real, através de um sistema gratuito de mensagens instantâneas. O mais conhecido dá pelo nome de Messenger.

Um estudo feito pela Universidade do Algarve mostra que quase 80 por cento dos adolescentes são adeptos do sistema. Destes, seis em cada dez fá-lo frequentemente, ou muito frequentemente. Entre nove países europeus, Portugal é o quarto onde os jovens mais usam o programa.

Segundo a coordenadora do estudo, Neusa Baltazar, “dizia-se que as novas tecnologias iam isolar as pessoas”. Face aos resultados de que agora dispõe, a investigadora não tem dúvidas de que a realidade é outra. “Os jovens usam a internet para comunicar uns com os outros”, satisfazendo a necessidade de comunicação que sentem.

Apesar de variar com o sexo e a idade, o Messenger atinge o pico de adeptos entre os 17 e os 18 anos, no caso dos rapazes, e entre os 14 e os 16 anos, nas raparigas.

“Não me imagino sem Messenger”, desabafa Rute, de 14 anos. “Às vezes estou ‘on-line’ 24 horas e até o deixo ligado quando não estou em casa.”

O vício está a colocar alguns pais em alerta. Conceição Domingos proibiu o uso do programa ao filho a partir de Setembro: “Como vai para o 7.º ano precisa de mais tempo para estudar, por isso, só vai utilizar o Messenger ao fim-de-semana.”

ESCRITA MAIS ABREVIADA

“Td ok ctg? Pds tc?” À primeira vista, pode parecer um código indecifrável, mas para a maioria dos jovens não é mais do que a forma habitual de iniciar uma conversa no Messenger. Para os menos familiarizados, a consulta de um dicionário próprio é suficiente para desfazer o enigma: “Tudo bem contigo? Podes teclar?” Joviana Benedito, autora do Dicionário para Chat, SMS e E-mail, diz que tais expressões surgem, pois “este é um meio que exige velocidade”.

NOTAS SOLTAS

FALAR COM AMIGOS

Quase 61% dos jovens diz que apenas usa o Messenger para falar com amigos. Ainda assim, 11,4% confessa que conversa com desconhecidos, depois de obeter o ‘e-mail’ através de jogos em rede.

ESTUDO EUROPEU

Foram nove os países analisados, a nível europeu: Portugal, França, Itália, Reino Unido, Bélgica, Dinamarca, Grécia, Polónia e Estónia. Portugal situa-se no 4.º lugar.

------
Sobre o mesmo assunto, veja no Diário de Notícias 77% são adeptos do 'messenger'

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?