21.7.06

 

Brasil: Campanha contra anúncios infantis

A campanha "Quem financia a baixaria é contra a cidadania", que a sociedade civil brasileira está a organizar, ganhar cada vez mais adeptos. Este ano, o "Dia Nacional da Baixaria" terá como alvo a publicidade direccionada ao público infantil , aquele que tem a participação de crianças e adolescentes como personagens desses mesmo anúncios.

Durante um dia de Outubro, os cidadãos brasileiros serão convidados a desligar o aparelho de televisão por 30 minutos em protesto contra os programas considerados de baixa qualidade informativa e educativa.

Iniciada em 2002, a campanha tem colocado em evidência a insatisfação da sociedade em relação aos conteúdos exibidos pelas televisões brasileiras.

Uma das grandes metas da campanha foi a institucionalização do "Dia contra a baixaria", cuja terceira edição se assinala a 17 de Outubro e que abrange também o "Dia Nacional contra a baixaria na televisão".

De acordo com o coordenador da campanha, o deputado Orlando Fantazzini (PT-SP), chegou até ao movimento inúmeros pedidos de cidadãos para "que se faça alguma coisa, porque os conteúdos das televisões são insuportáveis".

Face a isso, na 7ª Conferência Nacional dos Direitos Humanos, realizada recentemente, foi deliberado tomar diligências no sentido de tentar pôr cobro a essa situação. Para já, o Governo Federal estabeleceu que, a partir de Outubro, os aparelhos de televisão terão um dispositivo electrónico que bloqueará determinados programas em horários definidos.

Esta medida, de acordo com Orlando Fantazzini, até pode ajudar, mas não termina com o problema. "A questão fundamental é que não pode haver programas onde os seres humanos são degradados, diz o porta-voz, que sublinha que existe o sentimento de que, se não se vê determinado programa, pode ser-se marginalizado pelos amigos".

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?